quinta-feira, 30 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 41.

Quinta, 30 de abril de 2020.

Meu dia.
Hoje procurei só relaxar mesmo. Me desliguei da vida real o máximo.
Andei bastante no mini stepper, complementando com uma volta no quarteirão com minha filha.
Se você ver algum pai ou mãe de mascara andando com um bebê sem máscara, simples: Impossível fazer o bebê usar máscara.
Joguei bastante em meus videogames portáteis. Eu gosto do bom e velho pixel art. Sou old shool...
Quarentena gourmet? Não sei se cheguei nesse nível, mas até o momento a situação é relativamente confortável. Acho que se alguém vive uma quarentena mais dura, do tipo raiz, que faça o diário desta. Estou aqui descrevendo minha situação, compartilhando, documentando. Talvez algumas dicas.
Fui um dia com muita preguiça, até rolou soneca. Foi bom relaxar. É importante.
É preocupante ver que depois de 40 dias a curva de crescimento do problema só cresceu, e caminha para um colapso trágico. É triste pensar que o Brasil é sempre desorganizado e acaba fazendo feio até nisso.
Não quero julgar, mas muita gente não colaborou com o afastamento. Muita gente até de afastou mas voltou a circular em plena crise com relação ao aumento do problema.
Sei que tem gente que precisa sair, ou morre de forme, mas podemos chegar na situação de perder o controle e não poder sair ou não ter mais porque sair, porque não vai sobrar muito. É bem pessimista, mas terrivelmente plausível.
Tenhamos consciência e vamos nos unir nessa.

Psicológico:
Estou bem melhor.
Meu momento relax ajudou demais, sem forçar a barra.
Há sempre as preocupações do momento: Saúde e financeiro. Mas ainda estamos caminhando para um desfecho sem prazo.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa e usa máscara.

Link:
https://flipboard.com/@baixotu


quarta-feira, 29 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 40.

Quarta, 29 de Abril de 2020.

É...
São quarenta dias escrevendo esse diário..
Pior: Os números não ajudam. As informações são confusas. As ações são excessivamente politizadas e desordenadas.
Até entendo que ninguém contava com isso, ninguém lidou com isso em nosso tempo. Cada país tem suas características. Mas aqui no Brasil: Depender de político é complicado.
Existem setores que usam o problema como uma arma, horrivel.
Sem querer parecer piegas, esse era o momento de união.
No mundo, cada país faz seu modelo.
Evidente que populações de países pobres sofrem mais.
E a dúvida terrível em que nos encontramos, que as vezes nem dúvida é: Me arriscar a ficar doente ou ficar falido?
Desde quando nasci, passei por período pacífico, com crises e catastrofes sempre distantes, passei por dificuldades sim, mas dentro de uma normalidade que sempre me deixou em certo conforto. E acredito que foi assim para muita gente.
É triste e preocupante um líder mostrar certo desdenho sobre a situação, mesmo que sob pressão e achando que estava conversando informalmente. Isso soa como desamparo, por mais que a intenção não seja essa.
Isso evidencia ainda mais o que chamo de "ceticismo seletivo". Um absurdo.
O desprezo pela ciência. A mesma ciência que tornou a civilização o que é hoje. Não entendo.
Hoje recebi um vídeo conspiracionista, cuja teoria é de tal complexidade que está muito aquém da realidade. Inclusive a realidade é sempre mais simples e crua. Teorias da conspiração são histórias mirabolantes.
Mas: Escutar um mentiroso é sempre muito mais interessante. Afinal o mentiroso não tem limites e isso é fascinante. Só que o mentiroso não entende que a brincadeira compulsiva dele pode causar muitos problemas.
É incrível e surreal ver que a ciência se tornou um "patinho feio", tão menos interessante que tantas pseudo ciências e afins.
Mas ao menos para mim a ciência é sim muito fascinante, me fascino diariamente com ela. E sou grato por usar a ciência diariamente. Essa mesma ciência que nos dá conforto hoje em dia, conforme descrevi dentro da minha percepção aqui:
https://baixotu.blogspot.com/2020/04/quarentena-coronavirus-covid-19-dia-16.html
Gente, vamos ficar em casa o máximo possível, sair só quando necessário, dentro da necessidade e cada um, lógico. Usar máscara, lavar as mãos e seguir recomendações sempre.
Não pense que "isso não vai acontecer comigo" resolve. Está acontecendo com muita gente.
Não tem passeio sem riscos!
Não tem visitas sem riscos!
O mínimo contato é para diminuir o problema ao máximo e não tem outro jeito.
Quanto mais rápido isso terminar, melhor. Óbvio? Sim; Óbvio! Então faça o que obviamente é sua parte! Para que todos nós possamos em um breve futuro olhar para isso tudo com olhar de vencedor.

terça-feira, 28 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 39.

Terça, 28 de abril de 2020.

Meu dia:
Hoje fiquei da babá. A Bebê estava meio chatinha, mas deixei as coisas sob controle.
Consegui fazer um home office pesado, progredi bem.
Amanhã vou ter que ir para o escritório graças a um grande inconveniente, mas tem que ser feito, não deve demorar.
Joguei uns joguinhos no PSP e assisti algumas séries que estavam passando na TV.
"Assistindo" "Alien, o Oitavo Passageiro", grande clássico cult.
Foi um dia cansativo e estressante (é, dentro de casa), mas procurei lidar bem com isso, não me sai mal.
Não vi notícias.

Por hoje é só.

#FicaEmCasa e usa mascara!

Link:
https://flipboard.com/@baixotu

segunda-feira, 27 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 38.

Segunda, 27 de abril de 2020.

Meu dia.
Hoje fui ao escritório (de carro e usando máscara).
Tratei de assuntos no local. Foram muitas tarefas.
Fui um dia bem cheio.
Consegui chegar em casa por volta das 15h30, cansado e faminto.
Procurei descansar e até tirei um cochilo de uns 10 minutos.
Como estive de babá ontem (acredite, isso é trabalhar muito) e amanhã também não tive muito espaço para dar uma boa relaxada, mas o importante é estar rodando em plena crise, crise incomensurável no momento...
Meus filhos mais velhos estão bem, se virando. Isso é confortante.
Fiz algumas chamadas de vídeo, sempre acompanhado da Bebê, que ficou mostrando as sandalinhas para a Tia dela. Uma Bebê vaidosa é muito legal.
Assistindo só o que passa na TV mesmo.
Também vi uns vídeos no YouTube, mas nenhum digno de nota.
É estranho, pelo menos na minha bolha o pessoal não aumentou a produção de vídeos on-line. Também não vejo muitas mensagens de ânimo. Ficou a mesma produção e bem mecânico. Mas é o que tem para hoje.
Não vi muitas notícias, política sempre em alta.
As notícias sobre o problema também são bem variadas, algumas assustadoras, outras bem mais brandas, até com certa esperança. Infelizmente devemos estar em direção ao pico. E agora é hora de se cuidar, redobrar o distanciamento dentro do possível, mesmo sabendo que depois de mais de um mês parado tem gente precisando muito trabalhar, e: Tem gente com muita vontade de sair e interagir. Mas vamos manter ao máximo o distanciamento, pelo bem de todos.
Sempre (desde que isso começou) pergunto a um amigo:
"Como está o apocalipse aí hoje?"

Psicológico:
Além de não rezar ( https://baixotu.blogspot.com/2020/04/diario-quarentena-coronavirus-covid-19_21.html ) eu também não bebo, a ultima vez que bebi uma cervejinha foi em um som que fizemos no final do ano.
As vezes até dá vontade, mas não quero ficar com bafo perto da Bebê, no dia que estou cuidando dela então: Nem pensar.
É outro "recurso" que não consigo usar.
Engraçado...
Pela lógica não seria os que não rezam que poderiam beber?
Não beber não seria um item que me faria um bom menino?

Por hoje é só.
#FicaEmCasa Usem máscara!

Links:
https://baixotu.blogspot.com/search/label/Bebida

https://flipboard.com/@baixotu/baixotu-8tmms355y


domingo, 26 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 37.

Domingo, 26 de abril de 2020.

Meu dia.
Hoje repeti o que fiz ontem: Procurei relaxar o máximo. A diferença é que fiquei de babá.
Mas até que foi tranquilo. A Bebê está casa vez mais esperta.
Ela me entende bem. Eu sempre procuro falar frases curtas e repetitivas, chamando ela para participar, como: "Vamos fazer o mamá?", "Vamos fazer o papá?", assim ela entende o que estou fazendo, entende o que está acontecendo, grava palavras no ritmo dela e fica mais tranquila. Eu me tranquilizando e evitando qualquer tipo de atrito. Isso evita um tipo de "panela de pressão" que acaba escalonando para brigas e implicâncias, aonde todos perdemos e a Bebê acaba com uma péssima qualidade de vida. Desnecessário...
Lógico: Não é um mar de rosas, mas acaba fluindo bem mais fácil.
Em mais de 1 mês confinado em casa quase 100% eu percebi sim a evolução da minha filha, o quanto ela ficou mais esperta, o quanto ela se impõe e se expressa. Ela é uma Bebê esperta e acredito que contribui com isso de forma agradável, consistente de minhas falhas, lógico.
Ela dá muita força, porque é uma Bebê fofa, agradável, sem frescuras (odeio frescura), "dá os shows dela" sim, é curiosa e mexilhona, mas não é isso que os bebês fazem?
Eu comprei instalei uma trava de porta de armários que economizou muito atrito entre a Bebê e a mãe dela. Antes disso a Bebê vivia com saco de feijão, suco e outras coisas na mão, e não adianta falar, pior: Não adianta gritar...
Assisti 2 filmes de terror, e até entendo o motivo de não serem tão televisionados no momento, mas eu estava com vontade. Um deles foi por pura nostalgia: "Pague para Entrar, Reze para Sair".
Foi legal assistir um filme com dublagem antiga.
Filmes de terror não são meus favoritos há décadas, mas voltei a querer assistir desde "A Bruxa", "Corra!" e "It".
Comecei revisitando "Evil Dead" e foi bem legal.
É uma pena que esse filmes não nos impacta igual impactava quando éramos crianças e adolescentes.
Filmes "de susto" não me interessam.
Fora isso joguei "Crazy Taxi" no PSP, acho legal, maluco em sem muito comprometimento. Até deve haver o tal do comprometimento, mas jogo sem isso... Eu sou péssimo, mas gosto.
Lembro que antes disso tudo começar comentei com pessoas próximas: "Pena que não comprei um "Nintendo Switch", seria muito luxo, mas diante de tantas incertezas acho melhor não fazer esse investimento. Então vou nos "saudosismo" mesmo.
Hoje por volta das 18h00 escutei música ao vivo, vi pela janela uma movimentação em uma das  áreas de lazer dentro do condomínio. Olhei com minha luneta e vi umas 4 pessoas, uma delas tocando. Achei até legal, acho que isso trás paz e esperança. No meu caso, me ajudou a ver a conjunção entre a Lua e Vênus, hoje bem mais próximas:
https://www.instagram.com/p/B_dWufIjrpG/
Estou com um pouco de tosse, que nesse momento trás grande preocupação, mas vamos em frente.
Amanhã vou ter que passar no escritório, tenho várias tarefas.
Vou de máscara e tudo mais.
O que mais me preocupa é o estado de espírito mesmo.
Vamos fazer com boa vontade, como sempre

Política:
A política mudou um pouco o assunto do momento, que coisa...

Por hoje é só.
#FicaEmCasa e usa máscara e tudo mais.

Links:
https://www.youtube.com/watch?v=lyAQiuO0D04

https://www.youtube.com/watch?v=M2cIUFqNQuA

https://www.youtube.com/watch?v=gWOBWmDBmX4


sábado, 25 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 36.

Sábado, 25 de abril de 2020.

Meu dia:
Hoje me dediquei a não fazer nada. Fui bem competente nisso.
Terminei assistir Bacurau, é um filme cheio de simbologias, tem um começo com apresentações bem arrastado, o final é explosivo. É um filme bacana e importante sim. Confesso que sou conhecido por evitar cinema nacional, mas gosto de vários filmes sim e procuro dar sempre uma chance. Só achas aquelas comédias pipocas cheias de bordões, acho essas quase sempre insuportáveis.
Dei uma volta no quarteirão do condomínio, foi meio de improviso, já que minha mulher ia até o mercado, ai eu pequei a Bebê para não ir junto, mas acabamos indo até o hall do prédio, mas já que estávamos lá e a temperatura estava agradável, demos uma volta.
A Lua estava muito bonita, só um fiozinho em conjunção com Vênus, eu percebi que era um planeta porque o céu ainda estava claro, e estrelas não aparecem. Só me certifiquei que era Vênus:
https://www.instagram.com/p/B_a0vWvJZUg/?@baixotu
Fazia um tempinho que eu não prestava atenção nessas coisas.
Ah sim: Lindo dia hoje.
Além de Bacurau, assisti Parque do Inferno, na verdade perdi 1 hora e meia vendo um filme de terror adolescente. Mas tudo bem.
Conversei com o pessoal de um projeto musical. Tínhamos uma apresentação para o dia 04/07/2020. Mas projetos musicais e outras aglomerações foram todos cancelados, além disso foi construido um hospital de campanha no local. É sim uma pena, pois fui muito bom no ano passado:
https://baixotu.blogspot.com/2019/05/dia-do-rock-em-embu-das-artes.html
Foi um dia memorável.
Fora isso:
Joguei alguns jogos no emulador.
A ordem do dia: Relaxar.

Psicológico:
Hoje estou bem mais aliviado.
Acho que valeu ter tentado relaxar, começando por ontem.
Amanhã já é mais complicado, pois vou estar de babá.
Mas é importante por a cabeça no lugar.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://www.youtube.com/watch?v=I6v13msovcM

https://www.youtube.com/watch?v=rPU28Sa9OJw

https://www.youtube.com/watch?v=rl8_nmXFOBA

https://www.youtube.com/watch?v=_gm66nW1Jek

https://www.youtube.com/watch?v=Q87c4UBXTpY


sexta-feira, 24 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 35.

Sexta, 24 de abril de 2020.

Acabei de escrever esse poste e o perdi, fazendo a edição no celular via aplicativo, que bugou e travou. Mas o texto estava pequeno e não esqueci das ideias básicas. É, não escrevo roteiro ou coisa parecida, escrevo o que vem a cabeça, deixando cru e me mantendo na zona de conforto.

Meu dia:
Hoje fiquei de babá.
Procurei ser prático e organizado.
Procurei ser bem atencioso com a Bebê, nos damos e entendemos muito bem, são poucos os atritos. Sempre que ela perde a linha desvio as atenções para outro lado, acho uma forma de ensinar, relaxar e não ficar esbravejando, ainda mais um uma Bebê, que não entende frases mais complexas ainda. Além que reprimir deve influenciar negativamente no perfil psicológico da criança e futura adulta.
Procurei relaxar.
Procurei me desligar.
Home office quase zero.

Psicológico:
Sinto que estou em um sonho, me sinto anestesiado, letárgico, sem concentração alguma.
A forte ansiedade passou hoje, mas me sinto deprimido.
Mas sem drama.

Política:
Fiquei triste com a saída do Ministro da Justiça.
Ele era o maior ícone do atual Governo, depois do presidente, é lógico.
Nos passou muita esperança ao assumir o cargo. Mas pensando bem, ninguém consegue fazer grandes mudanças, independente de sua intenção.
Isso ate parece ter desviado um pouco o assunto / problema principal.
Não sei o que se passa em Brasília, portanto só lamento mesmo.

O texto ficou pequeno, mas valeu ter perdido o anterior...

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://www.youtube.com/watch?v=t8gNMqLMc8M

https://www.youtube.com/watch?v=A05KF7lfd6U

https://www.youtube.com/watch?v=ven3eAF_dIM

https://www.youtube.com/watch?v=G1Dp-9_DFag

https://www.youtube.com/watch?v=SvkWYoOo1kg




quinta-feira, 23 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 34.

Quinta, 23 de abril de 2020.

Meu dia:
Mais um dia de muita ansiedade. Pensando em formas de resolver problemas cabeludos durante esse home office de quarentena.
Acabei saindo de casa (com máscara) no fim da tarde para pegar o computador do escritório e trabalhar com ele por aqui mesmo.Fui uma atitude acertada, pois agora os comandos são imediatos, sem lags de internet gerados no acesso remoto. Acho que isso estava me irritando muito, somado ao fato que eu simplesmente não conseguia conectar. Talvez um fator que me deixou muito estressado e com muita ansiedade.
Acabei sentindo que o problema é emocional.
Já voltei em casa um pouco melhor. Espero ficar assim (melhor), pelo menos no final de semana.
Ontem fiquei chateado com a crise na Galeria do Rock em SP, era um lugar que não frequentei tanto quanto queria, mas adorava. E sinto também por quem acabou perdendo o emprego.
Ainda tenho alguns souvenirs de lá. Compro lá há décadas.
No tocante a emprego: São duas baixas na empresa aonde trabalho.
Na minha saída vi muita gente nas ruas, com e sem máscara. Inclusive alguns idosos. Perigoso...

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:
https://bit.ly/3eS3IYn




quarta-feira, 22 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 33.

Terça, 22 de abril de 2020.

Meu dia:
Hoje já comecei cedo com home office e fui até agora pouco. Estou exausto.
Tentei resolver alguns problemas técnicos para tentar não deixar os problemas acumularem, infelizmente foi muito difícil.
Isso só aumenta a frustração e piora meu estado de espírito, não consigo relaxar.
Mas a empresa não é culpada dos meus problemas técnicos, então sigo em frente.

Política:
O Governo de SP em sua tática de protelar anunciou hoje o relaxamento gradual da quarentena.
Alguns dos pontos são estratégicos, parecido com o que eu havia descrito aqui:
https://baixotu.blogspot.com/2020/04/diario-quarentena-coronavirus-covid-19.html
Ou seja: Haverá um relaxamento, mas vão sentir o feedback para os próximos passos e até voltar a apertar a quarentena, se necessário.
Independente de concordar ou não. Essa notícia trás muitas incertezas. Por outro lado o Governo estadual mostrou formas de administrar e uma forma de usar o método científico, sem plenas certezas. Vão protelar o máximo, balanceando com a popularidade, questão econômica e de saúde pública.

Psicológico:
Esgotado, frustrado, bem pra baixo.
Mas tenho um lar muito bom. Esposa e filha fofas. Estou no lucro.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://baixotu.blogspot.com/search/label/Brasil

https://podcasts.google.com/


terça-feira, 21 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 32.

Terça, 21 de abril de 2020.

Meu dia:
Hoje acordei cedo e fui para o escritório.
Muito serviço complicado, acho que consegui resolver 70%.
A sensação de acumulo de problemas é forte, a realidade é menor, mas a situação psicológica amplia bastante. Apesar que fui para resolver e apareceu outros como consequência. Mexer com gente é assim mesmo.
Cheguei em casa, fiz um home office pesado.
Dei uma volta com mulher e filha no quarteirão do condomínio.
Fiz mais home office, isso foi até umas 19h00.
Depois procurei um Beat 'em up tosco no emular e terminei ele. Jogo curto, com reviravolta bem interessante no final e só fui isso mesmo. Tentei outros jogos, mas o gamepad descarregou, até tenho um modelo compatível, que serviria, mas achei melhor desligar, por se tratar de um desktop, não é bom deixar ligado muito tempo.
Por falar nisso estou pensando muito na questão do consumo elétrico, creio que não impacte tanto, sou daqueles que desliga a luz ao sair do cômodo, mas ficando em casa o dia inteiro durante tanto tempo vai dar diferença.
Nesse caso é bom usar o menor aparelho da casa no máximo de tempo possível.
Vigiar TV grande e antiga, computadores de mesa e outros beberrões.
Por falar nisso, eu estava fazendo as contas, se estivesse vivendo a vida normalmente eu teria gasto até gora entre 5 e 7 tanques de etanol + gasolina. Gastei: 1/2 tanque. Rodei cerca de 250 km em 1 mês. Acho que o combustível até está ficando velho. Imagina isso com 50% de adesão a quarentena? Deve ser uma queda de emissões sem precedentes em décadas (eu creio), no tocando a carros de passeio, lógico.
Justo agora que o combustível está barato não podemos usar...
Eu sempre pensei: "Existe um momento na vida que o homem só quer queimar petróleo". É politicamente incorreto, mas é bem maneiro.

Psicológico:
Ansiedade alta ainda, tento me policiar, mas o sentimento de acumulo de problemas no escritório não me deixam relaxar.
Acho que a solução vai precisar ser bifurcada de forma bem dosada: Resolver o que julgo problemas da forma mais eficiente possível e arrumar alguma válvula radical de escape. Essa segunda é quase uma utopia em época de quarentena, mas, é difícil e não impossível.
E talvez tentar meditar um pouco.
O problema de uma pessoa que não reza é que ela não reza... Recebe 100%, isso é sim bem triste e danoso. Religião ou algo místico está meio que programado em nosso cérebro, por mais que o cético, ateu, agnóstico não reconheça. Mas, por mais que eu quase que queira isso, não consigo sequer admitir algo de origem mística. Na verdade acho melhor pensar em algo para compensar isso. Apesar dessa minha condição, tenho meu psicológico frágil, que é a receita para melancolia com toques de depressão. E é uma pena. Está tudo bem, não tenho nada dramático na minha vida.
Hoje passei na casa dos meus pais, com muita cautela e fiquei muito triste ao não dar abertura para um abraço da minha mãe, isso é profundamente triste, ainda mais nessa época. Só que: Triste, porém necessário.
Que passe logo.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:
https://www.youtube.com/watch?v=z9kedd_adu0


segunda-feira, 20 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 31.

Segunda, 20 de abril de 2020.

É... Passou um mês desde quando comecei a escrever esse diário.
Mais ou menos junto com o início da quarentena.
Quem diria que isso iria se estender por um mês? Quem pode dizer o quanto ainda vai se estender?

Meu dia:
Hoje fiquei de babá. A Bebê acordou bem animada.
Fiz um home office pesado.
Muito para resolver, arestas para aparar.
Amanhã vou ter que passar no escritório.
Dei uma volta no quarteirão do condomínio, percebi muita gente andando pelas ruas do condomínio.
Alguns fazendo compras no comércio interno e a maioria fazendo exercícios.
Estou percebendo maior movimento na rodovia que passa em frente também.

Emendando o assunto:
Acho (frisando: minha opinião):
Essa quarentena é iniciativa do povo mesmo, independente de governos.
Lógico, estou ciente: Governos Federal, Estaduais e Municipais decretaram o fechamento do comércio e outros acessos. E no caso de SP: O Federal puxou de uma lado e o Estadual puxou do outro.
Mas talvez, por medo a quarentena começou muito forte (tirando supermercados e afins).
Esse lance do supermercado, eu tenho até um subentendimento: Como ando mais em atacadão, é lógico que fornecedores refeições estão tendo que se desdobrar pela demanda e isso inclui compras.
Por outro lado, acho bizarro pensar assim, mas os mercados acabaram se tornando um local aonde se encontra gente. Será?
Quanto ao relaxamento, acredito que seja devido aos números muito abaixo do previsto. Mas se pensar bem, isso indica uma quarentena eficiente...
Uma pena que os números não tem consistência, por vários motivos:
Interesses políticos e comerciais são os mais evidentes, mas temos também o tamanho do país, até mesmo de estados bem grandes. Temos também a falta (que eu saiba) de um órgão que faça essa contabilidade. Temos a questão da interpretação das estatísticas. E o próprio senso.
Não estou querendo criar nenhuma teoria da conspiração aqui, só apontado possíveis falhas em colher, processar e até divulgar todos esse números. É surreal haver dificuldade nesse nível em pleno 2020. E na minha opinião: Isso faz toda a diferença.
Seria muito mais fácil dar "carinho" para esses números e saber dosar o quarentena, balançando entre empregos e riscos de saúde e morte.
Não se pode ter opinião ou relativizar sobre esse problema, é preciso analisar diariamente.
Mas se tratando de poder publico sempre recebemos péssimo serviço mesmo...
Imagino o cenário terrível que foi na Inglaterra ameaçada pelo nazismo na segunda guerra mundial. E nesse caso houve um pulso muito firme, até mesmo intransigente, que simplesmente não quis negociar. O povo com muitos temores e dificuldades ficou firma, respeitando o poder publico e fazendo o seu melhor contra um mau externo. E perseveraram.
A mídia: Não sei o que dizer. Os noticiários já me pareciam muito tendenciosos há meses, anos atrás.
Não tenho confiança.
Eu acho que vivo em uma Matrix da vida real...
Brasil: Casa um por si, cada um defende uma opinião porque "acha" ou porque tem algum tipo de interesse.

https://twitter.com/msoares/status/1252270125195149312


Psicológico:
É estranho um homem formado estar com alta ansiedade confinado em casa. Mas estou assim, estou tentando me controlar, e as vezes se controlar pode ser ruim. É importante por "os bichos" para fora, sem machucar ninguém, lógico. Preciso ver como contornar isso, trabalhar isso.

Por hoje é só.
Fica em casa.

Link:
https://flipboard.com/@baixotu/memes-e-afins-1u3462rpy



domingo, 19 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 30.

Domingo, 19 de abril de 2020.

Meu dia:
Hoje tirei o dia para não fazer nada efetivamente.
O máximo que fiz foi jogar o lixo e lavar a louça do almoço.
Joguei meus emuladores (nesse aspecto, até parece que eu estava me preparando para uma quarentena, já que tenho muitos passatempos).
Assisti um pouco de YouTube e assisti alguns documentários.
Procurei ficar o mais relaxado possível, pois passei uma semana muito estressado.
Fiquei sabendo sobre notícias no meu condomínio, na última contagem, estimei 5.000 moradores, vamos considerar uma margem de erro de 1.000, apesar que eu conseguiria uma estimativa realista consultando quem conhece melhor e tem os cadastros. Mas temos casos suspeitos na casa de dezenas, casos que já superaram a doença também na casa de dezenas e casos infectados na casa de unidades.

Psicológico:
Melhorei bastante, com poucos momentos de ansiedade.
Espero que essa semana seja bem melhor.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:
https://flipboard.com/@baixotu


sábado, 18 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 29.

Sábado, 18 de abril de 2020.

Meu dia.
Hoje procurei relaxar, deixar a "preguiça" (vamos chamar de preguiça) tomar conta, mas com muita cautela, já que fiquei de babá, e essa "preguiça" poderia ser muito negativa para uma Bebê.
Então fiz o que pude, bem feito na tarefa de babá, acho que até sou um "papai plus", procurei servir as comidinhas, mamadeiras, petiscos, água, dar toa atenção e carinho. Até confirmo que ela me dá muito conforto e esperança, de uma forma quase mágica. A devoção que ela tem por mim é reciproca. Foi um dia mais de ela e eu.
Não me comuniquei com muita gente.
Fora os programas de TV de sempre assisti 2 filmes. Um foi o perturbador "O Farol", um filme bem estranho e muito bom, diz e mostra muita coisa. Não sei se indico nessa época de confinamento, mas eu gostei de ter assistido, é um file relevante e importante, me proporcionou muita imersão e trouxe várias sensações. O outro, mais "pipoca" foi "Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa", bacaninha...

Psicológico:
Depois da "virada", me sinto meio melancólico / surtado, é bem ruim.
Perdi o controle do emocional, pensei que não seria assim, pois, apesar de ter uma casa simples, há muito conforto e mimos aqui, afinal foi assim que montei. Mas não bastou.
Falta de fome e um pouco de insônia também são minhas companheiras.
Mas vai passar.
E, infelizmente tem gente em situação muito pior hoje.
Hoje foi um dia em que pensei em não escrever aqui. Por conta da preguiça melancolia / surto.
Mas escrever aqui ajuda. Faça você também.
E: Obrigado por ler...
Sem dramas. OK?

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:
http://www.adorocinema.com/

 


sexta-feira, 17 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 28.

Sexta, 17 de abril de 2020.

Meu dia.
Hoje acordei tarde.
Não fiz muita coisa, só um home office meio chatinho, mas isso faz parte e seria assim mesmo no escritório, ou não. :-)
Vou pedir meu pastelzinho e tentar curtir o final de sexta.
A minha vista para a rodovia denuncia um grande movimento de carros na passagem da tarde para noite, que indica o descumprimento da quarentena cada vez maior.

Psicológico:
Hoje tentei e até comecei mais relax, tranquilo.
Pensei em montar o baixo para tirar umas notas.
E foi até legal, em casa, usando alguns mimos que sempre fiz questão.
Isso foi até pouco depois do almoço.
Mas o home office... Esse negócio de trabalhar com gente, e essa gente em casa sem ter o que fazer...
Mas tudo bem, houve um desfecho e é isso que importa.
Senti muita tristeza ao escutar a mensagem da creche da minha filha. Está todo mundo desnorteado, só pedindo força. Teremos força!

Política:
Estou torcendo pelo Governo Federal, novo Ministro da Saúde, Governos Estaduais e Governos Municipais. Que todos acertem o máximo, dentro do possível.
O Governo de SP prorrogou a quarentena mais uma vez, até dia 10 de maio.
Eu deveria ter escrito (poderia editar uma postagem anterior e escrever isso, me tornando "profeta", mas seria uma grande trapaça, que é bem coisa de profeta mesmo), que na minha cabeça estava óbvio que isso iria acontecer. Tinha quase uma certeza que o Governo usaria esse "recurso" de ficar protelando. Assim se tem mais controle e vai se dosando a quarentena de acordo com os acontecimentos, dentre outros parâmetros.
Prevista ou não: É muito preocupante, em vários sentidos...
Não estou dando razão ao Governo de SP ou tirando, só dizendo que eu imaginei que seria assim.
E não descarto que isso se repita.

Notícias:
São desencontradas.
Mas há indicio de hospitais operando quase ou no limite.
Muitas UTIs lotadas.
Pessoas fora do grupo de risco perdendo a vida.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:

https://google.com/covid19-map/?hl=pt-BR

https://g.co/kgs/xmnRao

https://www.bing.com/covid



quinta-feira, 16 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 27.

Diário de Quarentena - Coronavírus (COVID-19).

Quinta, 16 de abril de 2020.

Psicológico:
Espero que esse seja o dia em que atingi o pico do estresse.
Há poucos dias estava quase que curtindo as férias / quarentena / home office / babá. Tudo sob controle (vide outros capítulos).
Essa semana parece que muita coisa desandou, e perdi o controle psicológico.
E isso se torna uma bola de neve, porque do jeito que estou não consigo tratar dos meus passa tempos, como jogar um pouquinho, assistir um filme, tocar algum instrumento. Até comer está sendo empurrado. Só acumula mesmo, sem válvula de escape.
De 0 a 10 no nível de estresse, dentro da minha escala pessoal, acredito estar no 9.
Como pode alguém que está dentro de casa há quase 1 mês poder estar assim?
Como tudo mudou tão rápido?
Talvez o sentimento de falta de controle tenha me jogado nesse posso escroto de maus pensamentos.
Melhor pensar que dias melhores virão e volto a "curtir" isso, conforme estava fazendo há poucos dias.
Coragem minha gente! Nós chegamos lá!
Como já disse antes: Sem drama.

Meu dia:
Hoje levantei mais tarde.
Fiquei de babá. Minha Bebê estava mais chatinha, ou talvez tenha apenas sentido ela assim...
Apesar de muito estressado, tratei ela bem, afinal princesa tem que ser tratada como princesa.
Ela é praticamente minha sombra, uma espécie de "Mini Mim", é como um satélite, mas acho isso bacana. Apesar de cansativo. Apartamento pequeno, para me locomover é mais difícil, já que a Bebê sempre está no meu caminho, fora as vezes que ela tenta me acompanhar e tropeça em algo.
Mas vai assim mesmo.
Muitas vezes acho que é ela que cuida de mim.
Fiz um home office pesado, bem estressante (palavra recorrente nessa data).
Consegui reaver o controle do meu computador no escritório graças a uma ideia.
Consegui fazer até que muita coisa.
Não vejo esses dias como totalmente perdidos, há sempre o que se aprender. Mas sinto esses dias como "meio merda".

Política:
Não sei o que há em bastidores. Mas achei lamentável. E pelo que sei do perfil procurado para substituto: Bem lamentável.
Mas quando vi o Ministro da Saúde aparecer na Globo eu pensei: "Agora deu problema".
Apesar disso, em seu primeiro discurso, esse novo Ministro parece ter sido sabiamente cauteloso. Eu gostei.
Torçamos pelo novo Ministro e o Governo que acerte a mão o máximo possível nesse momento tão difícil.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

https://twitter.com/oatila


Links:
https://flipboard.com/@baixotu

https://baixotu.blogspot.com/search?q=ciência


quarta-feira, 15 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 26.

Quarta, 15 de abril de 2020.

A fraude:
Hoje continuei meu contato com o lojista, chegou um e-mail com o reconhecimento da fraude.
Mas, apesar da quarentena, acho que esse pessoal deveria ter alguma sistema para agilizar esses casos especiais, ainda mais os que envolvem crime. Ainda está nebuloso.
Pior: Isso me passa uma sensação de falta de controle e aumenta minha paranoia e desconforto psicológico.
Hoje fui em uma delegacia da Polícia Civil, o escrivão fui bem educado comigo e me orientou a fazer um BO online. Fiz na volta para casa. Nesse meu "passeio", só falei com o escrivão mesmo, que me reportou: Os crimes como assaltos e afins diminuíram muito. O que aumentou muito foi esse crime que fui vitima, o estelionato digital e Lei Maria da Penha. Nem preciso explicar que é por conta da quarentena.
Vi muita gente nas ruas. Está bem estranho.

Meu dia:
Hoje li e-mails, escutei muito podcast, inclusive estou escutando.
Brinquei com a Bebê, cada vez mais fofa.
Estou formatando o notebook da minha mulher.
Comprei 3 máscaras "anti covid" de um vizinho de prédio.
Fiz alguns exercícios, inclusive: A Samsung tem o tal do "Desafio Global" e dessa vez estou bem no desafio. Como sou sedentário, fica claro que muita gente deixou de se exercitar neste mês.
Dedilhei meu Ukulele.
Fora isso, mais nada.
Se for pensar em "férias": Melhor nem pensar...

Psicológico:
Além do sentimento de falta de controle relatado acima, estou me sentindo meio fora de si, não consigo me concentrar muito, bem perdido e com sentimento bem ruim.
Acho que esse é o mal do momento, mas hoje está bem forte.
Até as palavras me fogem, muitas vezes.
Procurem se distrair, "ir aonde nunca forma antes", dentro de casa!
Nada de brigar com o companheiro ou companheiro (vide "A fraude" acima).

Política:
É surreal...
Não me arrependo, fiz uma aposta contra um mal maior, uma doença em nosso país.
Mas essa aposta não demonstra os acertos, só chegam as falhas nas noticias.
Não apresenta humanidade, nem sabedoria, não parece ter agarrado as rédeas. Tem um guru intragável, envolto em conspirações e misticismos.
Acho que esse problema não pode ser relativizado. É necessário um acompanhamento diário, com interpretação de dados e reuniões com ministros e especialistas.
Temos dois setores em pauta, que se tornou meio que um cabo de guerra: Saúde X Economia.
Se reúnam! Discutam! Não deu certo? Façam ajustes. Ou muita gente vai morrer tanto de fome quanto contaminados.
Esse é um trabalho para se MOSTRAR TRABALHO! Deve ser muito difícil, mas precisa ser feito com muito capricho e cuidado.
O Brasil é um país continental, junta com os governadores, sei lá, liga para eles e chama para coordenação. As vezes um procedimento de um estado não precisa ser exatamente igual ao outro.
Relações intencionais: Vamos dar as mãos para todos! Independente de regime, de ideologias: Precisamos de amigos e não de inimigos nesse momento difícil.
Isso como está trás muita insegurança.
Inclusive essa polarização política burra do Brasil é ridícula, é igual torcida de futebol. Isso é um perigo! Todo mundo tem razão, todo mundo odeia todo mundo, e é só torcida mesmo, sem fundamento.
Eita Brasil, quando será que vamos decolar? Acho que em vida não vou presenciar isso.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

https://flipboard.com/@baixotu

https://baixotu.blogspot.com/search/label/Gifs

terça-feira, 14 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 25.

Terça, 14 de abril de 2020.

A fraude:
Hoje abri meu e-mail e percebi a confirmação de uma compra em loja virtual.
Isso geralmente é simples phishing, mas fechei o e-mail e entrei direto no Site da loja para verificar.
Para meu horror o pedido havia sido feito realmente, foi feito ontem, acho que enquanto eu escrevia no Blog ontem.
Já havia nota fiscal tirada.
Cancelei o pedido, entrei em contato com a loja via redes sociais, fiz barulho! Me passaram que vão tentar reter a encomenda.
Fiz mudanças no login e removi os dados fraudulentos do meu cadastro.
Isso é muito bizarro e preocupante.
Existem vários pontos que não se encaixam.
Entrei em contato com as transportadora também, mas não obtive resposta.
Gente, hoje em dia todo mundo está preocupado e atrás de dinheiro, e esses VAGABUNDOS não são exceção. Fiquem de olho em seus cadastro, procurem mudar dados cadastrais. Paguem boletos que vocês realmente tem certeza da procedência. Não pague da dúvida! Ligue para seu prestador de serviço para se certificar. Não abra e-mails suspeitos e nem clique em seus links.
Pode ser que sejamos bombardeados com fraudes e maus fraudes.
Pior:
Ainda não sei como rastrear esse delito e sequer sei para quem denunciar.
É uma situação muito complicada, agravada pela quarentena. Você não consegue falar com ninguém! É muito difícil.
Fiquem atentos!

Meu dia:
Bom, não fiz muito mais que ficar navegando atrás de solução para o problema descrito acima.
A internet está mais estável, porém intermitente, as vezes cai, e isso é bem irritante.
Fiz um pouco de home office.
Fiquei de babá, cuidei da Bebê com muito respeito, não passei nada do meu problema para ela, ela sequer percebeu. Acho que bebê, criança não são válvulas de escape. Eles com os problemas deles e nós com nosso problema de adulto e os deles também. Somos os protetores deles!

Política:
A esquerda relaxou com criticas ao Governo, porque estava pegando mal.
Mas hoje o patético poste resolver dar o ar da graça, dizendo que "Os militares decidem".
Por que patético: Esse jogo de palavras insinua claramente uma ditadura militar, que não é verdade. Não tem relação alguma! Essa ideia "genial" desse senhor é só para passar mais vergonha.
Eu não simpatizo com esse senhor, ainda bem que ficamos livres dele por hora.
Como já disse: Sou apolítico, mas essa esquerda me causa  náuseas. Eles bagunçaram tanto que perderam total credibilidade. Foram eles que produziram o candidato que se tornou nosso Presidente.
E essa estratégia de:
Criticar todo passo do Governo, toda forma do Governo tratar com crises e publicar soluções utópicas no site deles já ficou manjado demais!
Não defendo nem um, nem outro, mesmo sendo pró Governo. Mas essa esquerda não quer ajudar. Só querem poder. Não estão nem aí para o povo e menos para o Brasil.
Bom, chega... Acho que me revoltei.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://flipboard.com/@baixotu

https://baixotu.blogspot.com/search/label/Nerd


segunda-feira, 13 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 24.

Segunda, 13 de abril de 2020.

Típica segunda 13... :-)

Meu dia:
Sem internet mais um dia.

O técnico da prestadora veio na torre, que complicou a ponto de ficar sem TV também.
Mas tudo voltou.
TV: OK.
Internet: Até voltou mas está intermitente.
Hoje joguei meus emuladores, encontrei jogos legais.
Joguei em meus portáteis também.
Fiz um pouco de home office, mas fiquei tecnicamente bem prejudicado.
Amanhã estarei de babá.

Política:
Não assisti a entrevista do Ministro da Saúde na Globo, mas ouvi alguns trechos.
Imaginei que daria problema, porque o Presidente não simpatiza dom a emissora e fiquei sabendo que o Ministro elegantemente afrontou o Presidente.
Eu achava que Ministros cuidavam de sua pasta com certa autonomia, afinal são nomeações de confiança e em crises se reuniria com o Presidente e outros grandes do executivo para tratar de soluções.
Mas me parece que não há dialogo, tudo parece sem coordenação.
Fico imaginando se o acidente nuclear de Chernobil tivesse acontecido aqui, com esse Governo...
Sou pró Governo, como já disse, mas esse tipo de impasse diante de uma crise global dessa magnitude me deixa extremamente preocupado.
Lembrando que essa é minha opinião, diante da minha atual realidade.
Quando comecei a escrever aqui achei que não iria relatar algo dramático, mas o drama vem de cima, de uma forma muito, mas muito bizarra...

Quarentena:
Acho que super heróis clássicos, como conhecemos, acabam salvando o mundo algumas vezes em sua vida, mas salvar o mundo é um empreendimento colossal, mesmo que você tenha recurso como super força, super velocidade, equipamentos, dinheiro, a nível quase infinito.
Na minha opinião um super herói ou até mesmo uma equipe de super heróis são conceitos fictícios. è tanto que nenhum existe nessa magnitude.
Mas toda pessoa de família, que luta por uma vida melhor é herói / heroína.
Se cada um fizer sua parte, no caso: Distanciamento social, isso vai passar muito mais rápido e você ou cada um de nós vai salvar muitas vidas.
Já que os de cima ainda não se coordenaram, nos resta consciência individual, ou melhor: Consciência coletiva.
Sei que é difícil, muita gente não tem como pagar contas se não sair de casa, mas hoje em dia, se "sair de casa" for feito indiscriminadamente a situação deve se agravar e se tornar muito dramática.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://flipboard.com/@baixotu/baixotu-8tmms355y

https://baixotu.blogspot.com/search/label/Mensagem


domingo, 12 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 23.

Domingo de Páscoa, 12 de abril de 2020.

Meu dia.
Hoje meu dia começou na madrugada, com mais uma forte dor de estomago.
Demorou algumas horas para passar. O alívio é tão bom que vem o sono na hora.
Durante esse tempo eu liguei da TV da sala e fiquei no sofá, procurando a posição mais confortável. Também visualisei a linda vista da minha janela.
E, apesar de muito simples, percebi tudo o que conquistei ao longo desses anos. Apesar do apartamento estar longe de ser quitado eu sinto esse pedacinho de concreto e aço.
Fora a questão no estômago, hoje o dia foi muito bom, em vários sentidos.
Céu limpo, clima agradável, certa tranquilidade.
Fiquei sem internet novamente, remarquei visita técnica, mas a prestadora entrou em contato e a partir disso mandaram um técnico externo e até agora: Resolvido.
Não fiz nada em especial, só fiquei bem parado mesmo, assistindo TV.
Curti bastante esposa e filha.
Inclusive: É muito mágico ter uma Bebê em casa. A vida se torna muito doce! Só quem vive isso pode entender. E quem vive isso e não entende: Abra o olho, cuide muito bem dos seus filhos. A vida passa muito rápido! Depois só fica a saudade! Curta os pequeninos! E os maiores também!
Comi chocolate como sempre. Muito bom!
Fiquei muito confortável!
Sai duas vezes da torre:
Fui buscar um frango assado encomendado na padaria do condomínio e agora a pouco fui jogar lixo.
Acho que 23 dias depois do primeiro registro: Me acho quase um modelo de cidadão, praticando o distanciamento social tanto quanto possível e com certeza: Salvando vidas de forma anônima.
Por hora: Fico em quarentena ou de férias ou de babá ou em home office, já que a creche não tem previsão de retorno.
Além disso a empresa vai cumprir a determinação de quarentena do Estado de SP.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://flipboard.com/@baixotu/memes-e-afins-1u3462rpy

https://baixotu.blogspot.com/search/label/Páscoa


sábado, 11 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 22.

Sábado, 11 de abril de 2020.

Meu dia.
Hoje acordei tarde, dormi com minha Bebê da madrugada até acordarmos.
Joguei meus emuladores.
Assisti um pouco de TV.
Minha internet demorou para chegar, até solicitei visita técnica, mas como a internet voltou, cancelei. Achei melhor assim.
Sai de casa para instalar um dispositivo que fará meu computador ser ligado de casa. Fiz vários teste, encontrei falhas, e criei um plano para falhar o mínimo possível.
Isso deve ter me levado 1 hora.
Ida e volta: Uns 50 minutos.
Fui de carro, não encontre ninguém, não passei em lugar nenhum.
Quando voltei havia internet em casa.
Assisti 2 filmes na Netflix:
Circle. Que pareceu mais um experimento, mas tudo bem. Até valeu.
The Occupant. Esse é um suspense meio bizarro, meio novela mexicana. Com muitos furos, mas vale como entretenimento.
Espero pegar algo melhor para assistir na próxima, ou posso desencanar da Netflix.

Política:
Apesar de ser pró governo:
Acho insanidade total fazer aglomerações contra a quarentena, em um surto de uma doença tão contagiosa.
Muita gente relativiza o problema em si, não consegue enxergar o cenário inteiro.
Tem sequer noção do que está acontecendo.
Isso é muito triste e vai entrar na história como a bizarrice da revolta da vacina.
Esse povo precisa acreditar e confiar mais na ciência. Afinal tudo que usamos é fruto de avanços científicos!

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://flipboard.com/@baixotu

https://baixotu.blogspot.com/search/label/Mulheres



sexta-feira, 10 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 21.

Sexta, 10 de abril de 2020.

Hoje estou sem internet em casa.
Vai do celular mesmo.

Meu dia:
Você fiquei de Babá.
Foi até tranquilo, ao mesmo tempo cansativo.
Brinquei com a Bebê. Também ficamos sentados juntos no sofá, cada um com sua tela e sua programação.
Estou sem internet desde o começo da tarde, mas estou desencantado com isso.
Fora as tarefas de Babá não tive mais nada, resolvi ficar bem quieto em casa com a Bebê, uma sexta bem preguiçosa.
Fiz um pouquinho de home office.
Ontem eu havia percebido maior movimento nas ruas e hoje constatei por notícias.
O pessoal ainda não entendeu o problema.
O governo também não entendeu.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa


quinta-feira, 9 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 20.

Quinta, 9 de abril de 2020.

Meu dia:
Hoje saímos para fazer compras.
Fui em um atacadão que compramos habitualmente, mas o sistema deste era restringir o acesso, deixando pessoas aguardando em uma fila enquanto outras faziam compras, fazendo um revezamento na parte interna.
No meu caso: Não serviu, porque estava com uma Bebê, logo não teria como aguardar.
"Mas quem leva bebê para o marcado em uma situação dessa?"
Simples: Não há com quem deixar bebê em uma época dessa.
Outra: Essa fila depende muito da consciência que quem já entrou no mercado, que faça suas compras rapidamente para dar oportunidade aos demais, que estão aguardando na fila. Quem vai ter essa consciência?
Bom, seguimos nosso caminho e entramos no primeiro mercado que encontramos.
E isso foi vantagem! O mercado bem maior, pesadamente abastecido. Até comprei meu café! Ah meu café! Agora tenho café! Na verdade: Agora tenho cápsulas paralelas de Nespresso.
O processo de compra foi muito cansativo, porque estava com minha Bebê no colo, não vou por ela naqueles carrinhos adaptados. O carrinho dela é grande e ocuparia espaço das compras no carro. Nunca formos no mercado, portanto não conhecíamos a disposição das mercadorias. O mercado é bem grande.
Mas deu tudo certo.
Partindo de lá passamos na casa dos meus pais, minha mão faz chocolate caseiro e passamos lá para pegar nossos chocolates encomendados para Páscoa, mais alguns que vendi aqui no condomínio.
Deu muito medo ao ver minha Mão pegar minha Filha no colo, mas fazer o que? Tem o lado humano em toda essa situação.
Procurei não ficar muito tempo. Não houve um só aperto de mão.
O único contato foi vovó e neta descrito acima. Que acho que já fui demais.
Acho assisti "I Am Mother", uma ficção distópica bem cabeçona. Sempre: Desprezo o trailer, assisto o filme e vou atrás de reviews para tentar entender melhor.
Esse filme precisa dessa sequencia. Claro: Se você gosta de trailer, pode adicionar.
E filmes distópicos estão em alta no momento.
Hoje no mercado estava pensando em escrever uma história distópica também, no mesmo ritmo que tenho escrito esse diário. Vamos ver.
Ah sim! Comi pastel!
Café + Pastel = Ganhei o dia!

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://flipboard.com/@baixotu

https://www.youtube.com/watch?v=buvhFD4FepY


quarta-feira, 8 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 19.

Quarta, 8 de abril de 2020.

Meu dia.
Hoje fiquei de Babá da minha filha.
Acordamos até que tarde, mas não muito, por estarmos em férias.
Lembrando que o principal motivo de eu estar em casa é porque não tenho com quem deixar minha filha. Com creche fechada.
Fiquei sabendo que a feira livre noturna do condomínio vai funcionar amanhã. Fiquei contente, porque vou comer pastel. É só pastel, bem simples, mas já é tradição de toda sexta feira, há anos.
Eu sei, amanhã é quinta, mas essa feira é antecipada em função da semana santa.
Temos a Páscoa no domingo. Eu gosto por causa do chocolate. E pretendo comer chocolate sim!
Hoje fiz um home office pesado, até um pouco estressante, mas o importante é saber que meu emprego está ativo, então, apesar de estar oficialmente em férias: Faço com boa vontade.
E esse home office tem uma dificuldade a mais: Estou de Babá. É, uma Bebê não espera nada. Mas dei conta.
Um assunto que veio a tona: Solidariedade.
Sei que parece um pouco cedo para pensar nisso, mas tem gente que vive seu dia a dia ou até mês a mês, com dinheirinho contado, se entregando à sorte.
Sempre falei para o pessoal mais próximo: Guarda um pouquinho de dinheiro, R$ 10, R$ 20,00, R$ 50,00, mais. Uma hora você pode precisar, ou isso pode viabilizar um sonho. Mas quase ninguém tem essa cultura, só pensa no hoje. Esse é uma ótima época para repensar na questão: Poupar.
Voltando a solidariedade, ainda não bolei nada, mas tenho um amigo próximo, sempre tocamos juntos.
Ele está angariando alimentos para distribuir aos necessitados, uma ótima iniciativa nessa época, até mesmo porque envolve risco.
Não vou divulgar esse projeto por aqui a pedido, porque esse meu amigo não tem estrutura para atender uma demanda maior.
Mas vou pensando o que posso fazer.
Lembrando que: Só se ajuda alguém quando essa ajuda não te atrapalha. Essa época é de contenção.
Só que não custa nada doar alguns quilos de alimentos a quem precisa. Certo?
Hoje eu joguei meus videogames portáteis, escutei Jazz, escutei uns podcasts e acabei montando uma barraca de acampamento para minha filha, ela gostou da casinha dentro de casa.
Tentei assistir um filme via streaming, mas tecnicamente foi inviável.
A aplicativo Telecine de mostrou desastroso, com bug para transmitir para meu Chromecast e incapaz de fazer cache para uma fluidez no vídeo minimamente aceitável. Minha internet está horrível, mas o YouTube e Netflix rodam sem grandes problemas. Outro dia usei até o Amazon Prime Vídeo.
O filme: Boa Noite, Mamãe. Não sei se fui bom ou ruim não conseguir. O caso é que fiquei curioso.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://flipboard.com/@baixotu

https://baixotu.blogspot.com/search/label/Criatividade


terça-feira, 7 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 18.

Terça, 07 de abril de 2020.

Meu dia.
Hoje eu iria passar no escritório fazer serviços essenciais, mas fiquei sabendo que teria gente por lá.
Logo achei melhor e mais fácil acessar o computador do meu serviço remotamente, precisando apenas da gentileza de um colega.
E remotamente fiz meu serviço, afinal configurei esse acesso há anos.
Hoje mais tarde chegou uma tomada Wi-Fi que vou ligar ao computador do escritório, eliminando assim a necessidade da gentileza de um colega. Vou ligar esse computador dando um simples comando no meu celular.
Como uso lâmpadas inteligentes na minha sala em conjunto com o Google Home, já conheço as possibilidades de bugs que podem ocorrer. O mais óbvio: Queda de energia.
O que acontece em caso de queda de energia? A tomada e o computador vão ligar no retorno da energia.
Mas tudo isso pode ser reportado via aplicativo, só ficar atendo.
É um risco calculado com custo X benefício muito interessante.
Venho me preparando para home office e até viagens há tempos.
Por grande azar: Aconteceu o meu cenário preferido e bem mais confortável.
Por azar? Sim. Quer cenário mais aterrorizante que esse?
Hoje joguei meus emuladores, mas sou muito ruim e não tenho paciência, sempre acabo no Street Figher, que também sou ruim, mas consigo ganhar alguns rounds.
Hoje também encarei alguns jogos em meus videogames portáteis, os coitados estavam pegando pó, já que só hoje senti ânimo para ligar e tentar algo, após a tentativa frustrada de usar meu PSP outro dia.
Como fiz home office durante toda a manhã até pouco depois do almoço, me restou assistir alguns vídeos no YouTube e escutar alguns podcasts. Estou escutando NerdCast agora. Bem legal...
Um cliente me contactou para instalar 2 roteadores, mas expliquei a situação e propus fazer isso remotamente, com ajuda do próprio. Até agora não obtive resposta.
Interagi bem menos com minha filha hoje, mas amanhã é nosso dia.

Política:
Hoje saiu a notícia sobre o aplicativo do Auxílio Emergencial.
E a briga interna do Governo sobre "Lockdown ou not Lockdown".
Não me aprofundei sobre motivações e outros aspectos, portanto só vou dar minha opinião pessoal sobre o Lockdown: SIM! CLARO!
Oposição continua alfinetando unicamente para tentar enfraquecer o Governo como atalho de retomar o poder, sem mais prioridades. Podre.

Psicológico:
Acho que hoje estou um pouco mais tranquilo.
Ainda sinto tudo isso como um sonho ruim. que muitos chamam de "pesadelo".
A falta de controle e a imprevisibilidade nos passa muita ansiedade.
Pior: Notícias ruins e menos ruins, e com opiniões muito diferentes de várias fontes.
É tanta fake news no meio que não se sabe nem ao menos o que é real hoje em dia.
Se quem está no topo, recebendo o big data bruto está perdido, imagina um cidadão comum?
Gente! Procure entender as coisas pela Ciência! É a Ciência que lhe permite ler este texto agora, de ponta a ponta. Entenda isso.
O único milagre agora: Uma vacina eficiente! Só a Ciência pode conseguir isso.
Fica em casa! Ouvi dizer que o movimento nas ruas está começando a aumentar, entendo que tem gente desesperada, que não sabe o que vai comer em alguns dias. Mas ainda não é hora.
Pense: Essa sua atitude pode salvar vidas! Seja um herói anônimo (ou heroína)!
Ninguém hoje em dia morre por causa de dinheiro.
Peça ajudar a parentes, amigos, vizinhos. Ninguém está sozinho nesse mundo.
OK?

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://jovemnerd.com.br/nerdcast/saude-mental-na-quarentena/

https://flipboard.com/@baixotu/memes-e-afins-1u3462rpy

https://baixotu.blogspot.com/search/label/Políticos


segunda-feira, 6 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 17.

Segunda, 6 de abril de 2020.

Talvez esse seja meu guia para saber que dia é hoje, essa quarentena, inédita, deixa meio desorientado.

"O Mundo não será o mesmo".
Tenho pensado sobre esse conceito assustador. Não tenho visão tão ampla para compreender, acreditar ou desacreditar.
Será que o sistema financeiro será tão afetado que vai causar um atraso ou um temor com relação ao futuro, desacelerando e inibindo empreendedores e investidores?
E os nossos empregos?
Será que o controle de pandemias em potencial chegará a outro nível?
Isso aumenta bastante a ansiedade.
Mas nós como pais e mães de família temos que ficar calamos, fazer nosso melhor e viver da vida como sempre fizemos.
Esse não é o apocalipse!

Meu dia:
Hoje fiquei de Babá.
Cuidei da minha Bebê, como tenho feito.
Recebi notícia que o Governo de SP estendeu a quarentena até dia 22/04.
Tudo bem, ainda não deve me afetar profundamente. Mas quero ver o próximo mês... Deve ser um golpe bem duro.
O pessoal da creche da minha Bebê postou algumas fotos e vídeos no instagram, e assistimos juntos.
Ela reagiu de forma bem bacana.
Eu senti tristeza.
Espero que isso não se estenda a um limite insuportável.
Bebê e eu fizemos mais um duo artístico, eu adorei:


Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://flipboard.com/@baixotu/memes-e-afins-1u3462rpy

https://baixotu.blogspot.com/search/label/Calor




domingo, 5 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 16.

Domingo, 5 de abril de 2020.

Meu dia.
Hoje acordei cedo para fazer um serviço in situ, como o local é muito grande e aberto o riso é menor.
Mas sempre há risco.
Me encontrei com meu filho mais velho para fazermos o serviço.
Como ele mora em outra cidade e ficou em quarentena em outro ambiente, é sempre perigo eu levar para ele ou ele trazer para mim.
Mas tínhamos que atender o cliente, e ficamos naquele impasse: Se recolher ou passar necessidade financeira? Afinal essa é a discussão do momento.
O trabalho fui corrido e pesado. Ficamos muito tempo no local.
Cheguei em casa muito cansado, tomei banho, comi alguma coisa liguei a TV e me estiquei na cama.
Devo ter cochilado alguns minutos, porque ando bem tenso.
Quanto ao trabalho, a nova data para meu retorno é 13/04, ou seja, mais uma semaninha em casa. O maior motivo: Não há creche ainda. Não tenho com quem deixar a Bebê.
Preparei minha última cápsula de Nespresso, :-(, mas devido ao cansaço procurei fazer assim para me manter na zona de conforto.
Ontem até entrei no Site da Nespresso, as cápsulas originais são muito boas, confesso que só conheço pelo kit de boas vindas que vieram com a máquina, mas achei que gastar o valor proposto no Site para 50 cápsulas um pouco caro em tempos de contenção e incerteza. Por hora: Sem Nespresso...
No meu trabalho:
Aguardando efetivas informações do Governo de SP para saber qual o rumo para abril.
Acabei conseguindo resolver uma questão do Home Office, pois compramos um dispositivo que vai me possibilitar ligar o meu terminal do serviço remotamente. Ai consigo controlar essa máquina em questão remotamente.
Tenho pensado muito na questão de nossa situação atual e nosso desenvolvimento tecnológico, que nos abre muitas opções de entretenimento, informações e infelizmente: desinformação, afinal tudo tem seu lado ruim.
Mas, a tecnologia está sendo sim majoritariamente vantajosa, nos acolhendo, nos aliviando, nos distraindo e nos aproximando dos entes queridos.
Eu imaginei, no meu caso, como cresci, com minhas possibilidades:
Anos 80:
Haveria apenas TV com alguns canais e muito misticismo para piorar a situação.
Anos 90:
Além da TV teríamos um videocassete, que não seria muito vantajoso, já que as locadoras provavelmente estariam fechadas, mesmo essas abertas não seria vantagem, porque sempre era muito complicado garimpar filmes legais. Seria o caso de ficar revisitando clássicos algumas vezes.
Teríamos também um ou 2 videogames, que nos daria acesso a alguns poucos jogos, seria sim vantagem em relação ao videocassete. Mas não muito.
Anos 2000:
O videocassete sai e entra o DVD, com mesmas vantagens e desvantagens.
Entre em cena o computador.
A maior fonte de entrada seria o CD-ROM, entrando o computador funcionando, seria um bom passatempo, a Internet ainda engatinhando ajudaria sim. Nessa época os computadores e Internet eram irritantemente lerdos e as vezes ineficazes. Mas já seria legal.
Hoje em dia temos filmes e músicas via streaming, rede sociais bem estruturadas, Internet razoável, smartphones. A tecnologia nos abraçou e confortou nesse momento difícil.

Psicológico:
Ando bem ansioso, com muito temor. Não sei se é minha paranoia ou se todos andam assim.
Em função disso, nesse momento, o mais propício, não conseguir usufruir de todos os meus "brinquedos", pois não consigo me concentrar para isso.
Sem drama, OK?

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://flipboard.com/@baixotu/baixotu-8tmms355y

https://baixotu.blogspot.com/search?q=Domingo


sábado, 4 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 15.

Sábado, 4 de abril de 2020.

Meu dia.
Parece bem pouco, mas acho que no meu caso não. Estou escrevendo isso durante 15 dias seguidos.
Acho que o importante aqui é escrever sem muito compromisso, o que estou pensando do momento e pronto, sem me aprofundar em qualquer assunto.
Assim não se torna massante.
Hoje fiquei de babá da minha Bebê.
Não tive muita paciência, apesar de não ter maltratado ela em momento algum, só fui um pouco mais severo.
Acredito que por eu ter ido trabalhar ontem, meio que senti o gosto da vida adulta e me distanciei um pouco da Bebê, já que estávamos muito sintonizados.
De qualquer forma, nos divertimos juntos.
Cuidar de Bebê é bem complicado mesmo.
Na hora do almoço é complicado, essa é uma hora que gostamos do máximo de sossego.
Mas qualquer bebê não sabe disso e isso é bem irritante, haja paciência...
Depois que comemos eu passei uma vassoura no local, limpei a mesa, e, depois que guardei os utensílios: Chão sujo novamente, como um passe de mágica. Sim, a Bebê sujou, mas isso não faz dela a culpada, muito menos passível de punição. Me restou dar mais uma limpada.
Assisti alguns documentários.
Alguns filmes, entre eles o bizarro remake Suspiria, que depois vou precisar pesquisar para entender o que aconteceu...
Minha internet anda muito ruim.
Medi ontem e não chegou a 2Mb, patético.
Não consegui detectar se é problema no modem, no roteador ou externo.
Mas melhora um pouco quando desligo os aparelhos e os ligo em seguida.
Mesmo assim é bem irritante e não poderia ficar ruim em momento pior. Bom, pelo menos tem um pouco...

Política:
As notícias de sempre...
Um quer isso, outro quer aquilo, muita discussão, cada um com seu caminho.
A briga parece meramente política, como se usassem o momento de crise como oportunidade para derrubar o Presidente, e o povo que se arranje.
Minha opinião: Atitudes equivocadas, que só espalham desinformação e fazem o povo participar desse mar de intrigas.
O Brasil só perde com isso.
Não estou defendendo qualquer lado. Todos errados nesse momento que pede muita união, coordenação e troca de informações.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://flipboard.com/@baixotu

https://baixotu.blogspot.com/search?q=Sábado

 

sexta-feira, 3 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 14.

Sexta, 03 de abril de 2020.

Meu dia:
Hoje acordei cedo para ir até o escritório fazer uma série de tarefas importantes.
Fui de carro, não encontrei ninguém no escritório, fiz minhas tarefas. Voltei direto para casa (confesso que passei na Kalunga para tentar comprar cápsulas de Nespresso, mas a loja estava fechada).
No caminho para o serviço e na volta:
Transito tranquilo.
Comercio quase todo fechado, geralmente só o essencial mesmo, parece que um ou outro aberto na clandestinidade.
O que percebi e achei um pouco assustador: Passei por dois supermercados e ambos estavam com estacionamento muito cheio, com certeza muito movimento, talvez por ser dia de pagamento, mas essas aglomerações são bem perigosas nos dias de hoje, eu não entraria, é muito arriscado. É aí que a quarentena falha miseravelmente.
Mesmo achando que tenho perfil para acabar infectado, não quero facilitar assim.
No dia 07 eu havia informado que estava com um familiar internado e no dia 08 informei que esse familiar teve alta e ficaria de quarentena. O caso que o exame deu negativo.
Hoje fiquei sabendo do primeiro caso confirmado no condomínio aonde moro.
Como o condomínio é enorme e temos acesso relativamente fácil à linha férrea, era questão de tempo. Desde meus registros foram quase 15 dias. Inclusive, pela previsão de alguns: Deve começar a aparecer casos agora.
Apesar que muitos jornais tem noticiado que há infecção desde janeiro, como:
https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,primeiro-caso-da-covid-19-no-brasil-e-do-fim-de-janeiro-diz-ministerio-da-saude,70003258394
Hoje finalmente assisti "O Poço", acredito que muitos que estão lendo já assistiram, mas para quem não assistiu: ASSISTA!!!
Fora isso, mesmo rotina, assisti alguns vídeos no YouTube, sendo que o assunto de hoje foi Darwinismo e derivados.
Atualizei detalhes estruturais no Blog. Achei importante, pois o Facebook está me bloqueando, e os botões de compartilhar só estão queimando o meu filme mesmo.
Na verdade em termos de audiência: Ridículo. Pouca gente está lendo isso.
Mas fica o registro para posteridade, apesar de estar abrangendo assuntos superficiais, é um registro.
Obrigado por ler!

Por hoje é só;
#FicaEmCasa

Links:
https://flipboard.com/@baixotu

https://baixotu.blogspot.com/search?q=Sexta

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 13.

Quinta, 02 de abril de 2020.

Psicológico:
É... Hoje foi forte.
A ansiedade  chega de uma vez. Vem a paranoia e muitos sentimentos estranhos.
Pode ser sono, sem drama.

Meu dia:
Hoje fiquei de babá. Cuidei da minha Bebê o dia inteiro.
Ela está muito fofa, mas não é fácil.
Procuro deixar tudo muito organizado para evitar que o caos tome nosso dia.
Quando dou uma relaxada e penso: "Tranquilo". Aparece alguma coisa para fazer ou o temporizador começa a tocar.
Mas são comentários. Cuido da Bebê com boa vontade, nos damos muito bem.
Segue nossa primeira parceria musical, uma obra prima:

Fora isso, assisti TV, sempre as mesmas séries e documentários. Tenho preguiça de usar Netflix.

Trabalho:
Amanhã vou dar uma corrida no escritório para fazer algumas tarefas essenciais.
Vou de carro. Não vai ter muita gente.
É tranquilo.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://flipboard.com/@baixotu

https://baixotu.blogspot.com/search?q=Quinta



quarta-feira, 1 de abril de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 12.

Quarta, 01 de abril de 2020.

Em primeiro lugar:
Evito mentiras, não sou fã, sem mentiras propositais por aqui hoje ou outro dia.

Meu dia:
Hoje foi um dia que planejei só relaxar mesmo, mas acabou sendo movimentado.
Fiz um serviço remoto que deu um trabalhinho.
Tive que instalar um sistema baseado em Java para um novo cliente.
Essa parte até foi tranquila, mas percebi que o computador estava muito lento.
Expliquei a situação para o cliente, ele entendeu, e desinstalei uma série de programas inúteis, que só faziam o Windows ficar lento, com destaque para um anti vírus antigo, que deu muito trabalho para ser desinstalado, mas ele acabou cedendo e a máquina ficou bem melhor. Isso me rendeu um dinheirinho a mais. Ganhar um dinheirinho em período de férias não é nada mal, por menos que seja.
Tive que passar algumas informações entre colegas de trabalho. Isso levou algum tempo, mas tudo resolvido.
Assisti algumas séries avulsas.Um pouco de YouTube, na da sobre o assunto do momento.
Minha Internet, TV e Telefone ficaram fora do ar por uns bons minutos, mas acho que isso acontece normalmente, pelo que me lembro de vizinhos reportando o mesmo problema de tempos em tempos.
A impressão que ainda tenho é que alguns canais que abriram o sinal devido a situação passam muita coisa requentada, que fica passando em loop. Como é cortesia: É só uma nota, não uma reclamação.
Os canais do meu pacote meio que também fazem isso.
E os produtores de conteúdo devem ficar em uma encruzilhada: Como produzir material para a atual demanda? Até mesmo animações devem levar muito tempo e abranger grandes equipes.
O que sinto é que o Mundo nunca mais será o mesmo. Sem dramas.
Fiz um pouco de exercícios, no nível "patético", mas me movimentei.
Tomei meu cafezinho, enquanto ainda tenho.

Política:
Vi de relance notícia sobre um pacote do Governo para tentar preservar empresas e empregos.
Isso gela a alma. Mas, não tem muito para aonde correr.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:
https://flipboard.com/@baixotu

https://baixotu.blogspot.com/search?q=Quarta