quinta-feira, 25 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 97.

Quinta, 25 de junho de 2020.

Quase esqueci de escrever hoje. Mas quem se importa?
Hoje foi cansativo, com a função de babá e um home office detalhado, começando bem cedo.
Apesar de "entregar" a Bebê a noite ela acaba voltando a ficar comigo novamente e querendo bagunçar muito.
Tentei me desligar um pouco jogando no portátil.
Mas estou cansado e não estressado, deixa para eu ficar estressado no inicio do próximo mês.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:





quarta-feira, 24 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 96.

Quarta, 24 de junho de 2020.

Hoje eu fiz um home office mais pesado.
Tive que produzir algumas informações as quais alguns colegas dependem. Sempre procuro fazer essas tarefas antes, assim não causo "congestionamentos" para a empresa. Devo ter chegado a 90% do proposto. O restante é complemento.
Deu para cansar a mente e desliguei o computador de trabalho mais cedo que o habitual.
Estou vendo TV desde então. Com algumas pausas para jogar um pouquinho e tocar um pouco meu baixo.
A Bebê veio ficar comigo e brincamos bastante, ela está com muita energia, então foi bem intenso. Mas é bom dar atenção e importância para essas coisas.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:






terça-feira, 23 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 95.

Terça, 23 de junho de 2020.

A Bebê está muito esperta, brincalhona. E está da fase de destruir tudo.
Está muito apegada.
Hoje tivemos um probleminha que me deixou um tanto nervoso, mas improvisei e resolvi, com o mínimo de estresse para ela. Procuro me controlar para não repassar meu nervoso para ela. Foi o que fiz. Ela não teve culpa.
Tive mais uma visita da operadora, seguindo a novela da internet, que nunca estabiliza.
O técnico desconfiou do meu roteador e resolvemos resetar o aparelho. Foi aí que complicou, já que o roteador não voltou, só morreu mesmo.
Como a internet é ferramenta essencial para meu home office, tive que sair correndo com Bebê e tudo para comprar um novo roteador. Foi uma compra relâmpago, já que a Bebê dormiu ainda no carro.
Para não dizer que perdi o dia, parece que a internet estabilizou.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:





segunda-feira, 22 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 94.

Segunda, 22 de junho de 2020.

Hoje eu passei no escritório para resolver algumas questões de suporte.
Cheguei em casa, tratei de algumas assuntos pessoais e parti para o home office. Consegui resolver várias questões. Procurei me reorganizar para fazer o serviço mais fácil, preciso e menos estressante.
Dei uma volta com a Bebê no condomínio, ela voltou dormindo.
Escutei muitos podcasts, bons, mas nenhum digno de nota.
Vem chegando o final do mês, período que fico mais ansioso, mas no momento estou bem.
Ontem esqueci de falar que cortei meu cabelo, deixei bem baixinho, ficou estiloso. Fiz uns retoques com a tesoura do canivete ontem e hoje, sempre que passava no espelho eu via um fiozinho sobrando, mas isso também acontecia quando ia no barbeiro.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:




domingo, 21 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 93.

Domingo, 21 de junho de 2020.

Hoje foi um dia super preguiçoso, só curtir e relaxar mesmo.
Assisti TV e joguei vários joguinhos no portátil.
Demos uma volta com a Bebê no Condomínio. Ela voltou dormindo.
Amanhã devo passar no escritório, ficar um pouquinho por lá.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:




sábado, 20 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 92.

Sábado, 20 de junho de 2020.

Hoje o dia foi mais corrido.
Como meu forno microondas parou ontem, tivemos que correr atrás de um hoje. Hoje em dia, sem microondas fica complicado, ainda mais cuidando de bebê. Eu mesmo fui duas vezes na cozinha para usar o aparelho hoje e depois lembrava que estava inoperante.
Fomos a tarde para o shopping, demorou para pesquisar, estava um pouco mais caro que achávamos, mas pegamos um de boa marca e tamanho.
O shopping está cheio de restrições de acesso e horários, com redundâncias no uso de termômetros e álcool gel. Restrições de entrada em lojas, com procedimentos semelhantes, mas não há padrão. Senti um clima de apreensão nos corredores, mas acho que esse sentimento não deve se sustentar, logo os passeios devem se intensificar. No nosso caso, fomos porque tínhamos que ir mesmo, não foi um passeio, O pessoal até tem máscara, mas sempre tem um ou outro que tira a mascara para falar ou outra coisa, que não faz nenhum sentido. Shopping é arriscado sim.
A Bebê acabou curtindo a "escapada", afinal está em casa há meses, uma situação inusitada para várias gerações. Ainda bem que ao menos temos relativo conforto em casa.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:




sexta-feira, 19 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 91.

Sexta, 19 de junho de 2020.

Ainda estou em casa para cuidar da Bebê.
Ao mesmo tempo ela foi minha companhia durante essa época maluca.
Um sentimento controverso, tipo:
Como um homem com minha idade pode se dedicar a ser uma babá?
Mas está sendo um enorme prazer, já que nessa idade, essas pessoinhas demonstram muito amor, sem limites. Nos querem por perto. Só querem ser bem tratados.
Lógico que o que predomina é a felicidade, mas não é fácil. Sinto meu emocional degradar. Me sinto deslocado do mundo real. É bem entranho.
Gosto sim do que ando fazendo, mas sinto falta da minha vida normalzinha.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:




quinta-feira, 18 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 90.

Sei que muita gente já retornou ao (novo) normal, mas vou continuar registrando meus dias aqui.
Ainda continuo em casa, porque não tenho com quem deixar minha filha, a creche não voltou.

Quinta, 18 de junho de 2020.

Hoje foi um dia corrido.
Fui no escritório e fiz vários serviços, a maioria foi de suporte mesmo.
Cuidei de detalhes da minha parte.
Aproveitando, visitei meu filho do meio e depois passei na casa dos meus pais, coisa rápida e com máscara.
Em casa tive que refazer um serviço, que acabou dando problema, aqueles casos que chamamos de "pepino", mas agora vai dar certo. Perdi a tarde e noite inteiras, mas não se pode ganhar todas.
Agora é relaxar um pouquinho.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:






quarta-feira, 17 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 89.

Quarta, 17 de junho de 2020.

Hoje fiquei de babá.
A Bebê só quis colo, ficou grudada o dia inteiro.
Levei ela para o nosso refúgio, a quadra próxima ao estacionamento, mas ela ficou com preguiça, foi só ir e voltar para casa.
Ligamos agora a pouco para minha Mãe, ambas gostam.
Fiz home office, apesar das dificuldades com Internet.
Amanhã vou passar no escritório.
Me sinto cansado e deslocado com isso tudo, como de fosse um sonho louco.
Tentando me movimentar mais para ficar mais atento, voltar ao mundo real. Ficar mais ativo. Mas está difícil.

Por hoje é só.
#UseMáscara

Link:




terça-feira, 16 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 88.

Terça, 16 de junho de 2020.

Hoje foi um dia bem estranho, trabalhoso demais, mas empacado. Acho que não agradei nenhum envolvido.
Tive meu home office mais voltado para suporte técnico.
A tardezinha fiz um serviço externo, bem trabalhoso devido ao tamanho do lugar e a quantidade de equipamentos para reprogramar. Foi exaustivo.
Quase cai de costas de um lugar um pouco alto, estava com uma mochila e o notebook nas costas, seria um belo prejuízo e com certeza iria me machucar, não tenho idade e físico para levar um tombo daquele. Sozinho, em um lugar meio remoto. Ainda bem que só foi o susto.
Depois dei uma bela cabeçada em uma prateleira.
Como estava perto da casa do meu filho mais velho, passei por lá e vi meu neto. Foi rápido, mais para pegar e deixar algumas coisas.
Estou em casa com a Internet capenga (quase perdi essa postagem, sei que não é uma obra prima, mas é trabalho perdido) e sem TV. A TV faz falta sim.
Me sinto cansado e frustrado, apesar de ter resolvido muita coisa, apesar de ter rendido. Sinto um pouco de angustia.
Pior é que não sabemos quando isso (seja lá o que for) vai acabar.
Perdi dois parentes distantes para a epidemia. É triste.

Por hoje é só.
#UsaMáscara

Link:



segunda-feira, 15 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 87.

Segunda, 15 de junho de 2020.

Mais um dia.
Eu de Babá. Fio um dia bacana com minha filha.
Saímos para jogar lixo, geralmente jogo um dia antes, mas ontem não rolou.
Depois saímos para pegar comida.
E finalmente fomos para o nosso refúgio, a quadra próxima ao estacionamento, mas não ficamos muito, pois apesar do Sol, estava um pouco frio.
Fora isso fiz home office, e devo fazer ainda por um tempo.
Toquei um pouco de UBass, gravei "segure o tchan" de zoeira para o pessoal do grupo de música. Como eles me conhecem com um Roqueiro radical, acharam bem bizarro e engraçado, lógico.

Por hoje é só.
#UseMáscara

Link:



domingo, 14 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 86.

Domingo, 14 de junho de 2020.

Hoje foi mais um dia preguiçoso e frio.
Não houve nada digno de nota.
Assisti TV e joguei um pouco do videogame portátil.
Brinquei um pouco com a Bebê.
Não sai.

Por hoje é só.
#UseMáscara

Link:





sábado, 13 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 85.

Sábado, 13 de junho de 2020.

Meu dia:
Hoje fiquei de babá. Ficamos em casa o dia inteiro, só saímos um pouquinho para pegar comida e demos a volta na torre, mas foi rápido. O caso é que a Bebê dormiu na hora de pouco Sol e boa temperatura. Ela dormiu bastante.
Assisti um filme noir, "Pacto de Sangue", gosto de filmes antigos, ainda mais quando são bacanas. Valeu.
Assisti também o "1917", filmes de guerra sempre me impactam, esse foi bom. Cenário fantástico. Achei que superou fácil o "Cavalo de Guerra" que trata da mesma época e temática, apesar de situações bem diferentes.
Tentei jogar um pouquinho no portátil, mas faltou concentração.
Deu uma esquentada nos dedos tocando meus baixos de 6 cordas e toquei um pouco de Ukulele.

Por hoje é só.
#UseMáscara

Link:




sexta-feira, 12 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 84.

12 de junho de 2020.

Hoje foi um dia confortável. Muito bonito.
Fiz um pouco de home office. Resolvi um caso importante.
Brinquei um pouco com a Bebê.
Assisti "Papillon", que recomendo. Assisti a versão de 1973 algumas vezes, mas faz muito tempo, mas me serviu como spoiler para a nova versão. Mas ambos são bons, ainda mais se você gosta de drama e aventura.

Por hoje foi só isso mesmo.
#UseMáscara

Links:















quinta-feira, 11 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 83.

Quinta, 11 de junho de 2020.

A ideia de escrever um diário em um blog existente, com temática totalmente diferente foi mais por impulso do momento, sem nenhum planejamento, sem roteiro, só escrevendo o que penso mesmo, sem revisão ou revisor, com um layout que não ajuda na leitura.
Pior: Não sou um bom contador de história.
Mas acredito que esse compromisso diário acabou se tornando uma pequena válvula de escape.
Acreditava poder inspirar pessoas a fazerem seus diários também, acho importante e histórico, por mais irrelevante que tudo que escrevi possa soar ou parecer, não deixa de ser um registro. Pode se tornar um fóssil, mostrar que essa pessoa que escreve existiu, passou por uma época difícil, atípica e expressou dúvidas, temores, ideias. Só não tinha um bom papo.
Nunca sonhei em que essas páginas se tornassem conhecidas ao grande público, até mesmo porque o Blog é tão irrelevante quanto seu conteúdo.
Acredito e espero estar na reta final desse projetinho, e agradeço a vocês que tiveram paciência de ler uma ou duas páginas.
O assunto está cada vez mais morrendo, e isso é ótimo! Então logo paro por aqui.
Ah sim. Não tive intenção de agradar ninguém, inclusive acho que não devo mesmo, porque critiquei esse ou aquele, mas foi uma situação estranha e dinâmica.

Por hoje é só.
#UsaMáscara

Link:






quarta-feira, 10 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 82.

Quarta, 10 de junho de 2020.

Meu dia:
Hoje fui um dia para lá de selvagem no assunto "home office", as tarefas não foram muitas, mas foi bem estressante. Ainda mais quando aparentemente o funcionário parece surtado por conta da atual situação.
Até planejei o dia de hoje como leve, mas imaginar é uma coisa, passar o dia é outra.
Fui até o escritório, mas lá foi tranquilo.
Passei rapidamente na casa dos meus Pais, deixar umas coisas, pegar outras. Eles estão bem, fazia um tempinho que não passava lá.
O bairro, que é um misto de industrial com residencial estava bem movimentado, nem parece haver pandemia por lá.
Mas o importante é estar empregado.
Fora isso, tive tempo de brincar com a Bebê, que estava muito carinhosa hoje, demos uma volta, brincamos na quadra próxima ao meu estacionamento, como lá está sempre deserto, acabou meio que virando nosso refúgio. Levamos uma bola e a Bebê correu bastante, ficou bem cansada.
Peguei um computador para fazer serviço, pedi para o cliente trazer na minha casa, ele aceitou. Devo estar entregando amanhã.
Atualizei o computador da minha esposa, que demorou um bocado, e estou digitando dele.
Essa atualização do Windows 10 de maio de 2020 tem um processo muito pesado. Mas parece que o computador ficou bom.

O Governo de São Paulo prorrogou a quarentena por mais 15 dias, isso afeta minha região.
Vamos ver o que vai dar.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa.

Link:







  

terça-feira, 9 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 81.

Terça, 09 de junho de 2020.

Meu dia.
Hoje acordei cedo.
Houve bastante home office, amanhã devo ir para o escritório.
Tivemos que fazer compras. Até que foi tranquilo.
Fora isso não fiz muita coisa.

Meu amigo Dalton, do Canal Bons e Baratos me informou hoje que contraiu Covid-19.
Ele está bem, só conviveu com os sintomas mesmo.
Ele já havia falando de muita gente andando por aí sem máscara ou usando máscara no queixo. Como ele precisa sair para fazer os serviços de suporte em informática, acaba tendo que se deparar com esse pessoal mais relaxado. Sendo que ele sempre se precaveu e usa máscara.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:




segunda-feira, 8 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 80.

Segunda, 08 de junho de 2020.

Meu dia:
Ontem troquei de chuveiro e o aparelho novo deu defeito... :-(
Deu uma atrasadinha no cronograma do dia. Nunca vi chuveiro dar defeito, inclusive esse que queimou já estava fazendo hora extra.
Hoje o home office foi pesado, mas consegui resolver várias questões, um alívio estranho, porque a sensação não é bem de alívio, não sei se dá para entender. Amanhã tem mais, mas está ótimo, é bom ter serviço, ainda mais nesse momento.
Agora peguei a Bebê para fazer uma chamada de vídeo para minha Mãe, a Bebê vive pedindo, ligamos quase todos os dias, minha mãe adora, lógico.
Me deu fome!
Parece ridículo dizer isso em uma situação de quarentena / confinamento, mas agora vou procurar relaxar um pouco... :-)

Quanto a situação:
É bem Brasil mesmo.
Uma calamidade tratada toscamente.
Parece que ninguém está morrendo ou sentindo desconforto ou perdendo o emprego.
A impressão é que tem muito gente esperando os Shoppings abrirem para "dar um rolezinho", quando na verdade o momento é focar em sobreviver com o mínimo de marcas.
Não estou querendo ser dramático ou fatalista não! Estamos enfrentando uma pandemia global gente! E no caso do Brasil: Ao que tudo indica estamos em um momento muito próximo do pico (assim espero). Isso sim é trágico!

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:





domingo, 7 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 79.

Domingo, 07 de junho de 2020.

Meu dia:
Hoje fiquei de babá. Levantamos tarde. Que me dá mais tempo tranquilo durante o dia.
Fiz o de sempre, já se tornou quase que mecânico.
Saímos duas vezes.
A primeira para para eu comprar e instalar um novo chuveiro.
A segunda foi para dar uma volta no condomínio mesmo. Fazer a Bebê andar um pouquinho.
Nessas saídas rápidas é fácil constatar o relaxamento do povo com relação à pandemia, que não passou ainda, pelo contrário. E na verdade deve chegar cada vez mais próximo.
Eu mesmo já perdi parente distante, e ouço esse ou aquele que perdeu algum amigo ou ente querido.
Ontem a noite assisti finalmente o primeiro episódio do tão aguardado "Cosmos: Mundos Possíveis". Foi uma sensação bem nostálgica, já que acompanhei a primeira temporada "Cosmos: A Spacetime Odyssey" com o meu Filho do meio. Era muito bacana.
E assisti um ou outro episódio de "Cosmos: Uma Viagem Pessoal" quando era muito novo. Assisti poucos capítulos porque o programa passava na TV aos domingos, muito cedo e eu sempre tive o problema de acordar cedo. Mas os que assisti me fascinavam. Lembro Quando Carl Sagan afirmou que "Existem mais estrelas no universo que grãos de areia em todas as praias da Terra". Carl Sagan foi sem dúvidas um dos maiores divulgadores científicos que tivemos, e um "poeta" incrível, texto como o "Pálido Ponto Azul" me soam incrivelmente inspirados.
Lembro que nos anos 1980 a única fonte de informações que tive depois de "Cosmos" foi "Acredite se Quiser", um programa bem mais sensacionalista, mas muito interessante e com muito conteúdo científico. Não perdia um, me deleitava com as informações, era muito bacana!
Nos anos 1990 o que me lembro foi o bem mais infantil "O Mundo de Beakman" um clássico nerd! Muito bacana!
Bom, chega de nostalgia...

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:










sábado, 6 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 78.

Sábado, 06 de junho de 2020.

Meu dia.
Hoje fui um dia preguiçoso.
A única coisa que fiz foi atualizar o Windows 10 do meu Desktop, e demorou demais!O padrão da Microsoft é demorar mesmo. Sei que essa atualização foi reinstalar um novo Windows 10, mas na prática demorou mais que instalar do zero. Foram horas. Ainda tenho duvidas se ficou bom.
Fora isso, assisti algumas séries e YouTube.
Hoje tive a oportunidade de assistir "Parasita", o filme é bem bacana sim, da para se divertir tranquilo, sem ficar analisando as camadas mais profundas, mas como sempre, dei uma olhada nos reviews do filme para entender melhor.

Política:
Divulgar as casualidades em atraso pode uma atitude bem perigosa , um indicativo terrível. Pode indicar manipulação. Historicamente só havia visto casos assim em governos mais extremos.
As consequências podem ser muito graves.
Em conjunto com a aplicação da tal cloroquina fica mais perturbador.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Links:






sexta-feira, 5 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 77.

Sexta, 05 de junho de 2020.

Meu dia:
Hoje foi mais um dia corrido, e com a função de babá.
Foi próximo do insano. Não imaginei que seria assim.
Esse negócio de ser babá é bem complicado, e dificulta o serviço, mas tem que fazer, e faço de coração.
Fiquei o dia inteiro em casa e estou bem cansado, é mole?

Pior que aqui no Brasil tudo é bagunçado.
É evidente que essa curva de contágio veio crescendo lentamente e cada dia vem aumentando mais os casos, que indica que ainda não atingimos o pico, muito longe de uma curva descendente.
Essa situação pode se tornar dramática, acabando com qualquer esperança de haver um 2020 próximo do descente.
O pode publico não se manifesta, simplesmente ignora a situação.
Vamos ver o que dá tudo isso.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:





quinta-feira, 4 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 76.

Quinta, 04 de junho de 2020.

Meu dia:
Exaustivo, selvagem.
Fiz meio período no escritório e corri para casa para tentar almoçar antes do telefonema do suporte.
Deu certo.
O caso é que estou migrando de um programa para outro totalmente diferente, é um trabalho de formiguinha, esbarrando em cada obstáculo, um a um.
O meu desespero: Amanhã estarei de babá, não da para fazer a metade da metade que fiz hoje, então deixei tudo pronto para amanhã.
Apesar de todo estresse, e foi bastante, estou orgulhoso de ter vencido mais essa etapa.
Quem disse que home office (eu sei, hoje foi misto) é fácil?
Não fiz mais nada além disso hoje.
Estou exausto.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:





quarta-feira, 3 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 75.

Quarta, 03 de junho de 2020.

Meu dia:
Hoje fiquei de babá. Fui até agora uma jornada bem satisfatória, ver a Bebê progredindo, ficando esperta, curtindo os desenhos e brinquedos.
Fiz um home office em paralelo, mas não é muito produtivo, apesar de ter cumprido os objetivos do home office eu meio que não consigo fazer uma coisa e nem outra direito. Acredito ficar devendo um pouco para a Bebê. Mas procuro usar os temporizadores para meu auxiliar nas horas de refeições. E ela também pede as coisas. Deixar passar fome não dá certo.
Só fico aqui preso consumindo vídeos infantis durante muito tempo e isso deve me deslocar de uma realidade mais adulta. :-)
Até entreguei a Bebê para minha mulher e vim para o quarto dar uma descansada, mas a Bebê veio atrás, de mala a cuia. Tá bom.
Amanhã eu devo passar no meu serviço fazer tarefas que precisam ser feitas por lá.
E agora esperando isso tudo passar, porque já passou muito tempo e ninguém aguenta mais. Pena que o vírus não sabe disso. < Não é brincadeira, o assunto é sério, trágico.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa, aguenta mais um pouco.

Link:





terça-feira, 2 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 74.

Terça, 02 de junho de 2020.

Meu dia:
Hoje fiz home office, acertando algumas contas para poder rodar o programa.
Algumas questões pontuais foram resolvidas.
Assisti um pouco, joguei um pouquinha.
Algumas brincadeiras com a Bebê, ela sempre espera ter atenção.

Política:
Na verdade é mais a imprensa, como são tratadas as notícias.
Com relação à pandemia, cada número é noticiada de forma mais dramática do que já é.
Como posso explicar... O pessoal sempre pega os números e os fazem ter muito mais peso, tipo o número do dia, ou a curva, ou a porcentagem, ou outro dado que nunca é o "todo" e comprara esse número com outro país trazendo mais drama, como se já não fosse dramático o suficiente. Esse trabalho de manipulação de dados foi feito desde o começo.
Não estou falando que os números estão incorretos ou que a situação não é dramática. A questão é como os dados são tratados e comentados. A manipulação está na questão do "maior número".
Evidente que o Brasil não tratou a pandemia como se devia, mas o que nos é apresentado tem manipulação evidente. Não fosse o modos modus operandi claramente oposicionista ao Governo que a imprensa fez desde antes da pandemia eu teria dúvida se essa manipulação é para bem ou para mal, mas, infelizmente me parece claro o objetivo da imprensa.
Pior: Fica difícil saber o que está acontecendo. Sendo que o evidente: Não é bom, o que está acontecendo é ruim.
Alguns pontos:
Cloroquina: Fica estabelecido que sei que esse medicamento não tem eficácia cientificamente comprovada e não é recomendado pela OMS.
Mas pouco depois que o Governo publicou recomendação de uso do medicamento choveu de notícias que o Presidente da Venezuela também era apoiador do uso deste medicamento. Uma clara tentativa de mudar a opinião de apoiadores do medicamento e do Governo. Mas parece que não deu certo e nunca mais vi essa notícia.
Acho absurdo, porque a Ciência dizendo que a eficácia da cloroquina não é comprovada já basta.
Outra: Se não podemos confiar na Organização Mundial da Saúde em questões sanitárias, vamos confiar em quem então?
Outras notícias me parecem sensacionalistas como "o vírus poderá  se tornar endêmico", evidente que se tornará endêmico, igual as demais "gripes". Mas esse tipo de informação é caça clique, desnecessário soltar nesse momento, e lógico, se não soltar agora perde o hype e os cliques.
Procure analisar os histórico das notícias, como os dados são noticiados, como os números são apresentados, como são feitas as manchetes. É duro, as notícias chegam sim, afinal a pandemia é um fato. Mas há muita manipulação. E no Brasil temos um cenário um tanto diferenciado: O Governo e imprensa não se dão bem, vivem em guerra. NÃO ESTOU FALANDO QUE GOVERNO OU IMPRENSA ESTÃO CERTOS. Mas essa situação é historicamente diferente e: NÃO SEI SE ISSO É BOM OU RUIM.
Não sei se consegui passar o que entendi ao longo desses dias e o que tentei falar aqui.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link:


















segunda-feira, 1 de junho de 2020

Diário Quarentena - Coronavírus (COVID-19). Dia 73.

Segunda, 01 de junho de 2020.

Meu dia:
Quase esqueci de postar alguma coisa hoje.
Só lembrei porque assisti um vídeo de um amigo no YouTube.
Também o assunto pandemia está morrendo bem aos poucos e espero que seja o fim mesmo.
Hoje fiquei de babá. Foi bacana, da para sentir o desenvolvimento da Bebê, cada vez mais esperta.
Demos uma voltinha no condomínio, ela ficou animada, sem muita preguiça de andar.
Meu quintal é um colosso, enorme, procuro sempre passar por passagens diferentes para ela ir se habituando, sem ir muito longe, lógico, ou ela vai cansar.
Hoje assisti 2 filmes sem muita expectativa, mas consegui me distrair. Esse negócio de assistir "só filmão" me restringe muito, é bom surfar em outras ondas.
O primeiro foi "O Diário de Anne Frank". Já lido o livro, sou desencanado desse negócio de filme ser igual a obra original, em outra mídia. Achei o filme satisfatório, com as páginas omitidas expostas. Pelo menos ouvi falar dessas tal páginas.
Outro foi "Chamada de Emergência", um suspense policial cheio de furos de roteiro, mas foi OK também, vale assistir sim.
Dei uma jogadinha nos portáteis e assisti alguns filmes no YouTube.
Fiz um pouco de home office,
Fui um dia gostoso e confortável. Nada para reclamar.

Por hoje é só.
#FicaEmCasa

Link: